Curta o Paulistana no Facebook



“Corrupção fede”, critica Papa em cidade italiana com máfia

Posted on
  • sábado, 21 de março de 2015
  • by
  • Redação
  • in
  • Marcadores:
  • Francisco visita Nápoles, onde visitou penitenciária e criticou "fofoca" entre cardeais

    Papa fala a sobre a fé em Maria em encontro com o clero. Foto: Reprodução/CTV
    Da Redação

    O Papa Francisco criticou publicamente a corrupção neste sábado (21) em visita à cidade italiana de Nápoles, conhecida como local de atuação da máfia italiana. As informações são da agência de notícias do Vaticano.

    "A corrupção fede. Uma sociedade corrupta fede. Um cristão que deixa a corrupção entrar dentro de si, não é cristão, mas fede. Entenderam?", afirmou o pontífice. "Vocês pertencem a um povo de uma longa história, composta de acontecimentos complexos e dramáticos. A vida em Nápoles nunca foi fácil, mas também nunca triste! A esperança é o seu grande patrimônio!”, disse Francisco.

    A declaração foi dada em audiência pública a fiéis após o papa fazer visita ao Santuário de Pompeia, na cidade com o mesmo nome, onde o pontífice fez súplica à Nossa Senhora do Rosário.

    O Papa também fez menção em Nápoles à falta de empregos, que atinge a Europa desde a crise mundial de 2008 e que, segundo ele, deixa os jovens vulneráveis à exploração.

    “Procurou-se criar uma ‘terra de ninguém’, da qual desenraizar todo tipo de valor. Sinto, de modo vivo, este drama e penso, em particular, às crianças. Dirijo-me a cada uma delas, dizendo que o Papa as ama e as abraça", afirmou.

    “Que a corrupção e a delinquência jamais desfigurem a fisionomia desta bela cidade. A Igreja repete: 'Convertam-se ao amor e à justiça.' É possível voltar a uma vida honesta", finalizou. A taxa de desemprego entre jovens italianos estava entre 42,9% em outubro do ano passado, segundo o Istat (Instituto Italiano de Estatísticas).

    Prisão e "fofoca"

    Após missa pela manhã, o papa fez visita à penitenciária "Giuseppe Salvia", onde afirma receber muitas cartas de prisioneiros. "Jamais devemos nos esquecer que o amor pode sempre transformar a pessoa humana", disse o pontífice aos prisioneiros.

    Já na parte da tarde, Francisco teve encontro com cardeais e fez crítica ao que chamou de "terrorismo da fofoca". “A fofoca destrói. As diferenças existem, sim, e isso é cristão,  mas devem ser resolvidas face a face”, disse ele na Catedral de Nápoles, lotada de fiéis.

    A viagem do Papa começou por volta das 8h, 4h no horário de Brasília, quando ele desembarcou na cidade de Pompeia.

    Acompanhe ao vivo na TV do Vaticano:



    Confira o roteiro da visita pastoral do Papa:

    Sábado, 21 de março de 2015

    7.00Partida em helicóptero do heliporto do Vaticano.
    8.00Chegada à  "Area Meeting" do Santuário de Pompeia.
    8.15Oração do Santo Padre no Santuário.


    Deslocamento em helicóptero para Nápoles.
    9.00Aterragem no campo esportivo municipal de Scampia.
    9.30Encontro com a população de Scampia e diversas categorias sociais na Praça João Paulo II.


    11.00Concelebração Eucarística na Praça do Plebiscito.


    13.00Visita à Penitenciária "Giuseppe Salvia" em Poggioreale e Almoço com uma representação de encarcerados.


    15.00Veneração das Relíquias de São Januário e Encontro com o Clero, os Religiosos e os Diáconos Permanentes na Basílica.


    16.15Encontro com os enfermos na Basílica de Jesus Novo.


    17.00Encontro com os jovens na Orla de Caracciolo.


    18.15Partida em helicóptero da Estação Marítima de Nápoles.
    19.00Chegada ao heliporto do Vaticano.