Curta o Paulistana no Facebook



Arcebispo critica silêncio de autoridades com perseguição aos cristãos

Posted on
  • sábado, 11 de abril de 2015
  • by
  • Redação
  • in
  • Marcadores:
  • Dom Odilo afirma que comunidade internacional também tem se mantido "surda"

    Para cardeal, ataques representam "problema político-ideológico". Foto: Reprodução/Facebook

    Da Redação

    O arcebispo metropolitano de São Paulo, Dom Odilo Scherer, criticou neste sábado (11) a falta de manifestações de autoridades brasileiras em relação à perseguição aos cristãos pelo mundo. A declaração foi dada em artigo publicado no jornal O Estado de S. Paulo.

    "Atrás dos martírios, há um problema político-ideológico de violação grave dos direitos humanos, diante do qual, em boa parte, a comunidade internacional está se mantendo surda, calada e de braços cruzados", afirmou o cardeal. "Nem mesmo tenho conhecimento de alguma manifestação de autoridades brasileiras em relação a esse drama evidente", disse.

    O Papa Francisco e a Igreja de Jerusalém também haviam criticado na última semana a falta de atenção da comunidade internacional à perseguição aos cristãos.

    Dom Odilo afirma também não ignorar a repressão a outras confissões religiosas. "Minha reflexão, no entanto, refere-se à atual repressão sofrida pelos cristãos em várias partes do mundo", disse.

    O texto ainda não faz menção à perseguição dos cristãos a outras religiões ao longo da história, ou a intolerância atual a religiões de matriz africana no Brasil.

    Relembre

    Na véspera da Sexta-feira Santa, atentado terrorista da Quênia matou 148 pessoas. Terroristas entraram em quartos na Universidade de Garissa atirando em quem se dizia cristão.

    Cristãos de países como Nigéria, Egito e Líbia também tem sofrido repressão por causa de sua profissão de fé.

    Leia também: Pelo fim da intolerância, religiosos fazem ato no centro de Itaquera