Curta o Paulistana no Facebook



Grupo de católicos LGBT de São Paulo enviará mensagem a Portugal

Posted on
  • sábado, 11 de abril de 2015
  • by
  • Redação
  • in
  • Marcadores:
  • Fiéis dos dois países irão se reunir no mesmo dia da publicação de bula pelo Papa

    GAPD e Rumos Novos tratam do tema da diversidade sexual na Igreja Foto: Reprodução


    Da Redação

    O GAPD (Grupo de Ação Pastoral da Diversidade) irá enviar neste sábado (11) mensagem à comunidade LGBT Rumos Novos de Portugal. O texto foi divulgado na noite de ontem ao Paulistana.

    A mensagem será enviada pela ocasião dos dois grupos promoverem encontros entre seus participantes no mesmo dia da publicação pelo Papa da bula que convoca oficialmente o Jubileu Extraordinário da Misericórdia.

    "Pedimos as vossas orações e agradecemos, sobretudo, pelo vosso testemunho que nos incentiva e anima para sermos cada dia mais uma 'Igreja-Povo de Deus'", afirma o texto.

    O grupo de católicos LGBTs, que costuma realizar encontros para fazer orações e celebrar a Eucaristia, ganhou notoriedade em janeiro após antigo participante, padre James Allison, dar entrevista ao jornal Folha de S.Paulo na qual falava sobre a pastoral.

    Os jubileus costumam ser comemorados a cada 25 anos desde o ano de 1300, quando o primeiro foi instituído pelo Papa Bonifácio VIII para convocar uma peregrinação de cristãos para visitar os túmulos de São Pedro e São Paulo.

    O Papa Francisco convocou o jubileu em março em caráter extraordinário com o tema "misericórdia do Senhor".

    Confira a íntegra da mensagem que será enviada:

    "À Comunidade Rumos Novos – Homossexuais Católicos

    Queridos irmãos, queridas irmãs,

    É com grande alegria que nós do Grupo de Ação Pastoral da Diversidade de São Paulo escrevemos
    para vos saudar pelo 18º Encontro do Capítulo do Porto, que acontecerá neste sábado, 11 de abril,
    véspera da Festa da Divina Misericórdia. Também neste dia, nossa comunidade estará reunida
    celebrando e meditando a palavra do Senhor.

    Consideramos este final de semana um momento especial na vida da Igreja em todo mundo,
    tendo em vista a publicação da Bula de convocação do Papa Francisco para o Ano Santo Jubilar da
    Misericórdia. Esta iniciativa do Papa toca profundamente o coração de nossa comunidade, pois é a
    misericórdia sem fim de Deus Pai, da qual ninguém é excluído, que nos fortalece na luta contra os
    farisaicos mecanismos de exclusão.

    Sentimos que nossas comunidades, irmãmente unidas pela mesma língua e, especialmente, pela
    mesma fé, estão seladas com o grandioso sinal da Misericórdia do Senhor, já que assim como
    Jonas, também estamos percorrendo nossa estrada no ventre de um paradoxo. É esta nossa
    vocação paradoxal que nos convida a ser sal e luz para os irmãos e perseverar na fé em Deus,
    mesmo quando muitos nos exigem a outra face.

    Pedimos as vossas orações e agradecemos, sobretudo, pelo vosso testemunho que nos incentiva e
    anima para sermos cada dia mais uma 'Igreja-Povo de Deus', aquela que como bem recorda o
    Concílio Vaticano II, tem a vocação de ser 'instrumento de íntima união com Deus e da unidade de
    toda humanidade', e que cumprindo sua 'missão universal de salvação', ultrapassa toda e
    qualquer espécie de fronteiras e divisões.

    Acreditando na força misericordiosa e redentora de Cristo que conduz e renova sua Igreja nos
    caminhos da história rumo ao Reino definitivo, rogamos que Maria, Mãe da Igreja e nossa Mãe,
    Senhora de Fátima e de Aparecida, permaneça em nossa companhia para melhor levarmos Cristo
    aos nossos irmãos e os nossos irmãos a Cristo.

    Abraços fraternos,

    Grupo de Ação Pastoral da Diversidade de SP
    10 de Abril de 2015."

    Leia também: Católicos LGBTs irão celebrar oitava da Páscoa no sábado