Curta o Paulistana no Facebook



Juristas católicos divulgam nota de apoio a Dom Odilo Scherer

Posted on
  • sexta-feira, 24 de abril de 2015
  • by
  • Redação
  • in
  • Marcadores:
  • Arcebispo de São Paulo tem recebido críticas por dar apoio à reforma "comunista"

    Conferência dos bispos apoia projeto alinhado ao governo. Foto: Maurício Sant'Ana/CNBB

    Da Redação

    Atualizado às

    A Ujucasp (União dos Juristas Católicos de São Paulo) divulgou nesta sexta-feira (24) nota de apoio ao arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer. O motivo são as críticas que o cardeal tem recebido nas redes sociais por apoiar, junto com a CNBB, uma reforma política no país.

    O filósofo Olavo de Carvalho afirmou na última quarta-feira (22) que o arcebispo era um "mentiroso" e "excomungado" por causa de seu posicionamento. Internautas seguiram com as críticas na página de Dom Odilo na rede social.

    O religioso, por sua vez, disse em entrevista ontem (24) que a acusação de que apoia uma reforma "comunista" é "fruto de muita fantasia" e "uma piada de mau gosto".

    Os juristas da entidade, criada e mantida com o apoio do cardeal, afirmaram na mensagem, que a CNBB é "representante do pensamento do episcopado brasileiro" e que se deve respeitar "todas as formas de pensar, principalmente em matéria política".

    Os internautas, entretanto, seguem com as críticas na página do cardeal.

    "A CNBB optou pela Reforma Política do PT e o senhor optou por abraçar essa reforma em face ao rebanho, que pode sofrer as consequências de um regime totalitário defendido pela CNBB, como ocorre na Venezuela", afirmou o internauta Bruno Dornelles.

    "Dom Odilo esta a serviço de César e leva com isso milhões de almas à perdição", disse Dante Mantovani.

    Entenda a polêmica

    A CNBB apoia uma reforma política alinhada com a do governo, que proíba o financiamento à campanhas eleitorais por parte de empresas como envolvidas na Operação Lava Jato.

    O bispo auxiliar da Região Lapa, Dom Julio Akamine, já havia recebido mensagem de internauta sobre o assunto e entrado em discussão no último sábado (18).

    "Ferradura. .......cnbb......ong a serviço dp [sic] PT", afirmou o fiel Fernando Henrique, que não comentou o caso depois ao Paulistana, assim como o bispo.

    Para Dom Odilo, em entrevista ao jornal O São Paulo, a proposta de reforma política é suprapartidária. "O Brasil precisa de uma urgente reforma política. Deve-se desfazer a suspeita de que é um projeto do PT", disse.

    A CNBB afirmou em nota hoje, sem citar a polêmica, que não é o momento de "acirrar ânimos, nem de assumir posições revanchistas ou de ódio que desconsiderem a política como defesa e promoção do bem comum."

    Confira a nota dos juristas católicos de São Paulo:

    "A União dos Juristas Católicos de São Paulo – UJUCASP, por esta nota se solidariza com o Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer, que vem sofrendo ataques nas mídias sociais, por conta da sua coerência com as posições assumidas pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB.

    A CNBB é a representante do pensamento do episcopado brasileiro e sinal da catolicidade da Igreja, em nosso país.

    Assim, respeitando todas as formas de pensar, principalmente em matéria política, onde alguns de seus membros têm posições distintas, não podemos deixar de repudiar ofensas pessoais e injúrias dirigidas ao nosso Pastor.


    União dos Juristas Católicos de São Paulo"