Curta o Paulistana no Facebook



Padre austríaco utiliza livro de Hitler para defender celibato

Posted on
  • quarta-feira, 8 de abril de 2015
  • by
  • Redação
  • in
  • Marcadores:
  • Para Eberhard Amann, líder nazista não se casou para "estar só para o povo alemão"

    Diocese da região recriminou a argumentação do sacerdote. Foto: Reprodução/gloria.tv

    Da Redação

    Um padre austríaco, da região de Vorarlberg, utilizou livro de Adolf Hitler para defender o celibato. A informação foi dada pela televisão pública do país ORF, na terça-feira (7).

    "Hitler tomou o celibato como modelo em 'A Minha Luta'", afirmou Eberhard Amann em jornal da sua paróquia, Sankt Gallenkircher."Ele não se casou porque, tal como o sacerdote na sua paróquia, queria estar só para o povo alemão", defendeu o sacerdote, por meio do livro cuja venda é proibida no país.

    Segundo a TV estatal, a diocese de Feldkirch, a qual o padre pertence, recriminou o uso do livro de Hitler para defender a questão.

    Amann, por sua vez, lamentou a repercussão de texto que, segundo ele, foi escrito originalmente há duas décadas.

    Leia também: O celibato precisa ser discutido