Curta o Paulistana no Facebook



Papa chama diferença salarial entre homens e mulheres de “escândalo”

Posted on
  • quarta-feira, 29 de abril de 2015
  • by
  • Redação
  • in
  • Marcadores:
  • Pontífice também disse que machismo quer dominar a mulher desde os tempos de Adão

    Da Redação*

    O Papa Francisco criticou na audiência a fiéis desta quarta-feira (29) a disparidade salarial entre o homem e a mulher.

    "É um puro escândalo. Como cristão, devemos ser cada vez mais exigentes com a defesa social e com a dignidade do matrimônio, para sustentar, por exemplo, o direito à retribuição igual pelo trabalho", afirmou o pontífice.

    O Pontífice também afirmou que não acredita que a entrada da mulher no mercado de trabalho nas últimas décadas tenha resultado no aumento do número de divórcios pelo mundo.

    "Essa justificativa não é válida, é uma injustiça, uma forma de machismo que sempre quer dominar a mulher. Desde Adão, a culpa recai sempre nas mulheres", afirmou Francisco. "Precisamos defendê-las", pediu Francisco.

    O papa usou a passagem da festa de Bodas de Caná, onde Jesus realizou o milagre do vinho, para criticar a falta de vontade dos jovens em se casar.

    "Este medo de falir é talvez o maior obstáculo para aceitarem a palavra de Cristo", disse sobre o receio de a união não dar certo.

    Francisco também saudou peregrinos brasileiros na audiência.

    “Caros peregrinos de língua portuguesa, em particular os sacerdotes de Aracajú e os diversos grupos paroquiais do Brasil e de Portugal, sede bem-vindos! De coração vos saúdo a todos, confiando ao bom Deus a vossa vida e a dos vossos familiares. Rezai também vós por mim! Que as vossas famílias se reúnam diariamente para a reza do terço sob o olhar da Virgem Mãe, para que nelas não se esgote jamais o ‘vinho bom’ de Jesus!”, disse o papa.

    *Com informações de Ansa e News.va