Curta o Paulistana no Facebook



Sem-teto teriam sido reprimidos a mando de secretário, denúncia vigário

Posted on
  • terça-feira, 14 de abril de 2015
  • by
  • Redação
  • in
  • Marcadores:
  • Lancellotti afirma que foi ofendido por funcionário de subprefeitura após operação

    Segundo responsável pela Pastoral Povo da Rua,  sem-teto tiveram pertences apreendidos.
    Foto: Martha Lu Slivak

    Por Arthur Gandini

    O vigário episcopal da Pastoral Povo da Rua, Julio Lancellotti, denunciou na manhã desta terça-feira (14), em sua página no Facebook, que grupo de sem-teto no bairro da Mooca foram reprimidos pela GCM (Guarda Civil Metropolitana) e a Polícia Militar.

    Segundo o sacerdote, funcionário afirmou que a operação era uma ordem do secretário da coordenação das subprefeituras, Ricardo Teixeira.

    "Atenção, urgente. A sub-prefeitura da Mooca, com a GCM e a PM, por ordem do secretário Ricardo Teixeira, segundo o sr. Vladimir, Auxiliar Técnico I, estão realizando operação higienista na rua João Tomás e próximas. Estão levando tudo o que os refugiados urbanos, que vivem pelas ruas, têm para se proteger, até agasalhos e roupas, cobertas e lonas", denunciou por volta das 10h.

    Em postagem seguinte, o vigário afirmou que foi ofendido pelo funcionário da subprefeitura, ao tentar ajudar os sem-teto.

    "Disse aos irmãos de rua que a culpa é do padre Julio Lancellotti, me ofendeu com muitos xingamentos e disse que essa cidade não tem prefeito. Avisei o secretário (municipal de direitos humanos) Eduardo Suplicy, que fazem tudo ao contrário do que ele diz", publicou na rede social.

    Lancelotti confirmou ao Paulistana as declarações e afirmou que o modo como os moradores de sua são tratados é institucional. "A sub-prefeitura coordena a ação e leva junto a GCM e a PM", disse.

    O portal entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura, que estava checando a denúncia até o momento da publicação desta matéria.

    Leia também: Povo da Rua e prefeitura discutem repressão da GCM aos sem-teto
    Os moradores de rua também são filhos de Deus