Curta o Paulistana no Facebook



Após combate à corrupção, Banco do Vaticano tem lucro de R$ 234 milhões

Posted on
  • segunda-feira, 25 de maio de 2015
  • by
  • Redação
  • in
  • Marcadores:
  • Relatório mencionou fechamento de contas e denúncias contra ex-diretores do IOR

    Da Redação*

    O IOR (Instituto para as Obras de Religião), conhecido como Banco do Vaticano, fechou o ano de 2014 com um lucro de cerca de R$ 234 milhões (69,3 milhões de euros), segundo relatório divulgado nesta segunda-feira.

    O resultado foi obtido após procedimentos anti-lavagem de dinheiro e o aumento da transparência financeira. Foram fechadas 4.614 contas entre maio de 2013 e dezembro de 2014.

    O documento ainda fez referência a denúncias penais sobre operações imobiliárias entre 2001 e 2008 realizadas pelos ex-diretores do banco Angelo Caloia e Lelio Scaletti.

    O texto também afirmou que o IOR "seguiu com sucesso a sua fase de transformação" e que um plano estratégico do banco hoje "está em um estado muito avançado".

    Segundo presidente do IOR Jean-Baptiste de Franssu, o IOR "volta aos dois objetivos especiais: dar prioridade absoluta às necessidades de nossos usuários oferecendo a eles serviços de qualidade superior e fazer atividades menos arriscadas no Instituto".

    A reforma no banco é uma das medidas implementadas por Francisco desde que assumiu o papado em 2013, além da reforma da Cúria Romano em curso por meio doconselho de cardeais apelidado de "C9".

    O Papa Bento XVI renunciou o papado em 2013 em meio a denúncias corrupção no Banco do Vaticano, além dos casos de pedofilia no clero católico.

    *Com informações de News.va e Ansa

    Leia também: Coordenador de conselho diz que reforma na Cúria é “irreversível”