Curta o Paulistana no Facebook



“Cristão medroso não entendeu a mensagem de Deus”, diz Papa

Posted on
  • sexta-feira, 15 de maio de 2015
  • by
  • Redação
  • in
  • Marcadores:
  • Para o pontífice, achar que tudo é proibido, por medo, faz comunidade e fiéis adoecerem

    Da Redação

    O Papa Francisco afirmou na manhã desta sexta-feira (15), em missa na Casa Santa Marta, que os cristãos quando são medrosos não entenderam a mensagem de Deus, informou o site de notícias do Vaticano.

    “O medo é uma atitude que nos faz mal; nos enfraquece, nos limita e até nos paralisa. Quem tem medo não faz nada, não sabe o que fazer", disse Francisco. "Concentra-se em si mesmo para que não lhe aconteça nada de mal; o medo leva a um 'egocentrismo egoísta', que paralisa. O cristão medroso é aquele que não entendeu a mensagem de Jesus”, disse.

    Para o papa, o medo aprisiona a alma e não nos deixa "olhar para a frente", quando só se observa os perigos. “Não ter medo é pedir a graça da coragem, da coragem do Espírito Santo que nos envia”:

    Francisco ainda falou em como pensam as comunidades cristãs "medrosas"."‘Não, não vamos fazer isso... isso não, não pode...’. É como se na porta de entrada estivesse escrito ‘proibido’: tudo é proibido, por medo. E quando se entra numa comunidade assim, se sente o marasmo, porque é uma comunidade doente", criticou. "O medo faz adoecer a comunidade e a falta de coragem também”.

    Para o papa, os cristãos devem sentir alegria. “A alegria cristã, que não é um simples divertimento, não é uma alegria passageira; a alegria cristã é um dom, um dom do Espírito Santo. É ter o coração sempre alegre porque o Senhor venceu, o Senhor reina, está à direita do Pai", disse.

    Ser uma comunidade cristã "divertida", não a faz alegre de verdade, segundo o papa.

    "Pode até ser uma comunidade ‘divertida’, mas é ‘doente de mundanidade’, porque não tem a alegria de Jesus Cristo. Assim, quando a Igreja é medrosa e não recebe a alegria do Espírito Santo, a Igreja adoece, as comunidades adoecem e os fiéis adoecem”, afirmou.