Curta o Paulistana no Facebook



Vídeo mostra Dom Manuel discutindo com fiéis em missa

Posted on
  • segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016
  • by
  • Redação
  • in
  • Marcadores:
  • Religioso afirmou que "quem manda é o bispo" e que iria jogar fora abaixo-assinado

    Fiéis protestaram em junho contra a transferência de padre para outra paróquia. Foto: Reprodução

    Por Arthur Gandini

    O bispo da Diocese de São Miguel Paulista Dom Manuel Parrado discutiu com fiéis durante celebração de Crisma na paróquia Beato João XXIII, do bairro Vila Chabilândia. A confusão aconteceu em junho do ano passado e foi gravada em vídeo obtido pelo Paulistana na última sexta-feira (5).

    "Vou jogar fora", afirmou o religioso após fiel interromper a missa perguntando se lhe podia entregar abaixo-assinado contrário a transferência do vigário paroquial Israel Diógenes e questionando o que o bispo iria fazer com as assinaturas.

    Após protestos e vaias de fiéis presentes, Dom Manuel pediu desculpas pela "incompreensão" de fiéis e se justificou. "Imagine se o bispo, a cada padre que transfere, em 108 paróquias, se manifestasse o povo. O que virava isso daqui?" Uma fiel então responde: "Ia ser a vontade do povo. A comunidade pede!", mas o bispo retruca: "quem manda é o bispo!"

    Em entrevista ao Paulistana, o religioso afirmou que o desentendimento foi motivado por "grupinho" de fiéis. "Isso já está superado, alguns já me pediram desculpa. Não me excedi, simplesmente disse que não tinha volta", declarou. "O bispo não pode ficar consultando (a comunidade), a transferência passa pelo conselho de presbíteros e o padre é consultado".

    Justificativa

    Fiéis ouvidos pela reportagem que ficaram com o receio de se identificar, entretanto, afirmam que um político da região, que frequenta a paróquia, teria influenciado na transferência do sacerdote. Dom Manuel diz ter ouvido falar "de longe" do boato. "Não tem nada a ver absolutamente com isso. O padre não fica eterno na paróquia, muda conforme as necessidades. É algo normal que acontece em qualquer diocese".

    Já fiel que estava na missa durante o ocorrido, e que também não quis se identificar, diz que a maior parte dos fiéis ficou ao lado do bispo. "Obviamente no vídeo, você irá ouvir pessoas reclamando contra o bispo, pois provavelmente foi gravado pelo grupo que foi afrontar o bispo", disse. "Por que fazer isso dessa forma? Por isso o bispo teve que ser rígido." Ainda segundo a fonte, o sacerdote transferido tentou convencer os fiéis antes da missa a não fazerem o protesto.

    A página da paróquia no Facebook possui comentário que faz menção ao ocorrido. "Realmente foi tudo muito chato, esse bispo foi enviado da Espanha para uma região pobre onde sua missão seria guiar seu povo no amor que é Jesus Cristo", escreveu logo após o ocorrido a internauta Patty Gulliaer. "Nos tratou como pobres ignorantes de tudo, o dever de um pastor é ouvir seu rebanho. Ele afastou e perdeu o respeito de muita gente", disse.

    Segundo o Direito Canônico, um vigário paroquial pode ser destituído pelo bispo diocesano por "justa causa" sem o seu consentimento. Parrado diz que o religioso foi transferido para auxiliar na casa de retiros da comunidade São José do Tabor, no bairro Jardim Gonçalo.

    O portal tentou sem sucesso localizar o padre Israel Diógenes. O sacerdote após saber da reportagem, entretanto, pediu a um dos fiéis ouvidos que não falasse mais sobre o assunto.

    Assista ao vídeo: